Bíblia de Gutenberg (Gutenberg-Bibel)

Uma das obras prediletas da minha biblioteca é a Bíblia de Gutenberg (Gutenberg-Bibel). Trata-se de um fac-símile encontrado em um antiquário em Laichingen, Alemanha. Também conhecida como «Bíblia a quarenta linhas» (B42) ou de Mazari, é o primeiro livro impresso na Europa com a técnica de tipos móveis. Em 2001 foi incluído pela UNESCO no Registo da Memória do Mundo.

Produzida em Mogúncia (atual Mainz) a partir de 23 de fevereiro de 1453 na oficina de Johannes Gutenberg, com a ajuda de Peter Schöffer e do financista Johannes Fust, o volume consiste em 641 folhas, ou seja, 1.282 páginas e reproduz o texto da vulgata editio.

Seu trabalho deu início à Revolução da Imprensa e tornou-se símbolo-chave de um momento de transição da história humana: a propagação do conhecimento para todos. Para as Escrituras, sua meta era imprimir fontes tão belas como as manuscritas. Para tal, escolheu um exemplar da biblioteca da Abadia de Santo Albano em Mainz, cuja caligrafia era a letra Textura — com característica fortemente condensada e angulosa. A fim de transformar em caracteres de metal a qualidade de um texto escrito à mão e obter uma imagem de escritura densa e com um alinhamento homogêneo nas duas colunas, eram necessárias mais do que as 26 letras do alfabeto.

Ligaduras, contrações e abreviações foram profusamente trabalhadas para justificar impecavelmente o texto. Os tipos tinham que ser grandes, para que fossem legíveis nas escuras igrejas apenas iluminadas por velas, e ao todo foram utilizados 290 glifos diferentes nesta impressão de espantosa qualidade técnica. As cópias eram vendidas por 30 florins cada, o que equivalia a aproximadamente três anos de salário para um operário médio. No entanto, eram significativamente mais baratas do que um manuscrito da Palavra que poderia levar mais de um ano para ser preparado por um único escriba.

Estima-se que foram produzidos 180 exemplares, 40 impressos em pergaminho, 140 em papel de cânhamo, dos quais se conservam apenas 49 na atualidade e completos somente 21. A obra durou três anos, terminando em 1455.

A Bíblia de Gutenberg (Gutenberg-Bibel).

Baptist pastor, theologian, journalist and translator Italo-Brazilian. info@guilhermebalista.com

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store